domingo, 31 de janeiro de 2010

ENTREVISTA A JOAQUIM CABETE - CRIADOR DE CANÁRIOS DE COR

Antes de mais queria dar-lhe os parabéns pela medalha de prata que ganhou com os Agatas Pasteis Amarelos Mosaicos – Equipa, conquistada no 58º Mundial de Ornitologia 2010 realizado em Matosinhos Portugal e  agradecer novamente o facto de ter aceite responder a este questionar, o objectivo é divulgar o seu trabalho  assim como ajudar os mais jovens nesta arte tão relaxante..

1.
Para iniciar o que nos pode dizer acerca de si? (Breve apresentação).

R: Em primeiro lugar agradeço o facto de se ter lembrado de mim e me ter formulado este convite. Antes de mais quero dizer que sou uma pessoa simples e de fácil relacionamento, nunca tenham qualquer receio em me abordar. Como sabem, chamo-me Joaquim Cabete tenho 44 anos, vivo em Oliveira de Azeméis, tenho aves desde à muitos anos, mas só me federei como criador à cerca de 15 anos. Sou Juiz de Canários de Cor do CNJ-FONP e OMJ-COM.

2.
Antes de avançar com mais pormenores acerca da influencia deste hobby na sua vida quotidiana, diga-nos o que sente um criador quando sobe ao pódio na competição mais importante deste Mundo Ornitológico, refiro-me ao Mundial disputado este ano em Portugal (Matosinhos)?

R: É sempre muito gratificante ganhar uma medalha num Campeonato do Mundo e não importa se é de ouro, prata ou bronze, porque afinal de contas este é o topo da ornitologia mundial e toda a ave premiada traduz-se num conjunto de emoções e satisfações muito grandes. Eu participo nestes campeonatos desde 2001 (Stª Mª da Feira) e queria ver se continuava por muitos e longos anos. É claro que a minha participação nestes eventos é sempre muito modesta, nos primeiros anos enviava cerca de 5/6 aves, mas a partir de 2005 comecei a enviar 12/13 aves e comecei a ganhar as minhas primeiras medalhas.

3.
Por vezes não conseguimos explicar certas coisas, mas de onde vem este seu gosto por aves, neste caso canários e também os Cardinalitos da Venezuela e os Cabecita Negra?

R: É curioso que tudo tem uma explicação e o meu caso não é excepção à regra, acontece que o meu avô materno tinha algumas aves silvestres e canários e eu ainda muito pequeno andava sempre à volta dele, pois gostava muito de o ver a tratar das aves e por volta dos meus 10 anos comecei a ter as minhas próprias aves. Mas só quando me associei num clube é que comecei a crescer como criador e logo no primeiro ano ganhei prémios em todas as exposições em que participei.
Quanto aos cardinalitos, comecei em 2001, aquando do Mundial de Stª Mª da Feira e os cabecita negra comecei em 2006, tendo-os adquirido em Reggio Emília.

4.
Sendo este um assunto recente e muito falado devido as dimensões do feito, como reagiu a aprovação da nova raça de porte Portuguesa o Arlequim Português? Expectativas para esta nova raça?

R: Evidentemente que como português, fiquei muito satisfeito em ver o reconhecimento do canário Arlequim Português como uma nova raça da Secção E. Espero que os criadores destas aves continuem a desenvolver o trabalho que têm tido até aqui, no sentido da evolução desta raça portuguesa.

5.
Mudando um pouco de assunto, que raças cria de momento?

R: As raças que eu crio à mais de 10 anos são:
Ágata Amarelo Mosaico, Ágata Pastel Amarelo Mosaico, Phaeo Branco e Phaeo Amarelo Intenso/Nevado.

6.
Com quantos casais criou a época passada, e quantos esta a pensar criar esta época que está quase a iniciar-se?

R: No ano passado criei com cerca de 60 casais e este ano devo criar mais ou menos com o mesmo número. Ainda é um pouco cedo e eu ainda não fiz os meus casais. Só lá para finais de Fevereiro é que irei juntar as minhas aves.

7.
Escolhe os seus reprodutores baseando-se no fenótipo ou genótipo?

 R: Tendo eu criado uma linhagem à já alguns anos e onde o genótipo está presente em todas as aves dessa linhagem, torna-se evidente que me baseie no fenótipo para seleccionar os meus reprodutores, porque afinal de contas é o fenótipo que é avaliado pelos juízes.

8.
As suas baterias de criação e voadeiras têm que dimensões?

R: As minhas gaiolas de criação têm 50x35x35 cm, as voadeiras têm 80x60x60 cm e tenho uma voadeira grande com 300x200x100 cm.

9.
Todos os criadores tem um cuidado especial com o acondicionamento das instalações do canaril, na minha opinião o canaril do amigo Joaquim Cabete é exemplo a seguir .
É apologista de que um canaril (instalações) com boas condições será um grande passo para o sucesso das criações e exposições?

 R: Não são as instalações que têm o peso no sucesso do criador, mas sim a capacidade de seleccionar os reprodutores e de seleccionar as aves resultantes desses acasalamentos. Mas se o criador tiver boas condições poderá proporcionar às suas aves uma melhor muda e uma melhor preparação para os concursos.

10.
Como aconselha o alojamento dos canários? Interior ou exterior? Porquê?

R: Na minha opinião pessoal, os canários devem ser alojados no interior, porque só assim se consegue controlar a temperatura, luz e a humidade, mas cada criador faz como bem entender.

11.
Como é que se prepara para uma exposição? Com quanto tempo se começa a preparar, isolando aves etc..?

R: No final da 1ª semana de Outubro eu apanho todas as aves das voadeiras, faço uma pré-selecção e coloco essas aves uma a uma e já fico com uma ideia das aves que posso contar para os concursos. Duas semanas depois desta operação, faço a selecção definitiva para Reggio Emília e coloco essas aves em gaiolas de exposição, para que se habituem o melhor possível à gaiola.

12.
Acha que o facto de ser Juíz O.M.J. Canários de cor ajuda a selecção das suas aves?

R: É evidente que sim, pois quanto mais conhecimentos técnicos o criador tiver, melhor fará a selecção das suas aves.

13.
Já ganhou alguns prémios, alguns recentemente, de todos qual o deixou mais contente?

 R: Na verdade houve dois prémios que nunca me vou esquecer, o primeiro foi ganho na Expo-Ave do Clube Ornitológico de Antuã em 1996, onde ganhei o 1º Prémio em Ágata Opala Branco Recessivo – Equipas, foi uma alegria extraordinária, pois foi a minha primeira participação numa exposição e nunca pensei que seria possível ganhar a criadores mais experientes. O segundo, foi a minha primeira medalha num Mundial em 2005, onde ganhei uma medalha de prata em Ágata Pastel Amarelo Mosaico – Equipas, também pensei que seria impossível e deu-me uma alegria fantástica.

14.
Em relação aos canários, alguma vez pensou em criar canários de porte ou canto?

R: Eu penso que para criar uma raça de canários, seja ela qual for, é preciso ter bons conhecimentos sobre essas raças, porque só assim se pode ter êxito. No meu caso pessoal só me dedico a canários de cor e mesmo assim com poucas raças.

15.
Em relação à raça phaeo, oiço muitas vezes criadores dizerem que este canários tem maior tendência a criar quistos que as outras raças.. Isto acontece-lhe com frequência?

R: Estas aves têm uma estrutura de pena que proporciona o aparecimento de quisto, principalmente se as aves estiverem sujeitas a muita picagem. Eu não tenho tido praticamente problemas com quistos, porque mantenho as aves em local escuro e não tenho as voadeiras super povoadas com aves, assim mantenho as aves mais sossegadas e evito as picagens.

16.
Todos nos temos algum hábito que não abdicamos na ornitologia, por vezes esse hábito nem tem uma influência directa no sucesso das nossas aves, mas não abdicamos dele de maneira alguma. Possui algum hábito que não abdique realmente?

R: A única coisa que eu não abdico é enviar uma ave para concurso sem que esteja minimamente preparada, pois pode ser fortemente penalizada e isso não abona em nada a favor do criador.

17.
Que tipo de mistura usa? Só alpista ou uma mistura preparada de acordo com as necessidades dos seus canários?

R: Uso mistura light na alimentação base dos meus canários e utilizo também o germinado à base de níger na preparação dos reprodutores, durante a criação e na muda.

18.
Que tratamento considera fundamental fazer todos os anos?

R: Desinfectar bem as instalações para evitar o aparecimento indesejado do piolho, colocar uma gota de frontline ou outro produto em cada ave e depois tratar as aves, contra as salmonelas e coccidioses

19.
O que suplementos considera fundamentais? Adicionados a papa ou agua?

R: Eu adiciono à papa levedura de cerveja que é um suplemento rico em proteínas, aminoácidos e vitaminas do complexo B, adiciono também cálcio e vitamina E.

20.
No meu ponto de vista o registo do plantel é um passo para o sucesso da evolução dos descendentes.
Que tem a dizer a cerca do registo do plantel desde o nascimento aos concursos?

R: O registo do plantel é fundamental para dar continuidade à criação de uma linhagem. Esse registo tem que ser rigoroso e não pode haver enganos para não comprometer o trabalho desenvolvido à vários anos.

21.
Muita gente critica a qualidade das aves Portuguesas. Mas depois destes últimos resultados no Mundial penso que muitas mentes já mudaram..
Contudo como classifica a ornitologia em Portugal?

R: Portugal não foge à regra e tal como nos outros países existem aves de boa qualidade e aves de menor qualidade, mas o que realmente falta em Portugal é o facto de muitos criadores não acreditarem que é possível e penso que este mundial foi fundamental para que as pessoas acreditassem e o resultado foi aquilo que se viu, EXCELENTE. Talvez a partir de agora tenhamos mais criadores a participar nos mundiais, para que possamos mostrar ao mundo que a ornitologia portuguesa está de boa saúde e recomenda-se.  

22.
Qual o seu principal objectivo na Ornitologia em geral?

R: O meu principal objectivo na ornitologia é continuar a trabalhar para que possa participar nos grandes eventos (Reggio Emília e Mundial) e tentar ganhar uma ou outra medalha.

23.
Qual a sua opinião acerca da selecção natural nos canários?

R: Esta pergunta parece-me um pouco subjectiva, porque uma coisa é a selecção das aves e essa tem que ter a mão do homem para que se possam escolher as aves com as melhores características da raça, afim de formar os melhores casais para a reprodução e consequentemente obter os melhores resultados possíveis. Quanto à selecção natural eu associo-a a questões de robustez, ou seja, não ajudar as aves mais débeis no sentido de só vingar as saudáveis.

24.
Após ter dado este enorme contributo, coloco-lhe uma última questão:
Qual é a regra de ouro para quem se inicia neste hobby?

R: Para se iniciar na criação de aves com um objectivo desportivo, é necessário antes de mais saber quais as aves que pretende criar, procurar o máximo de conhecimentos junto de criadores mais experientes e nunca se precipitar na aquisição do seu plantel. Procurar adquirir as suas aves a criadores com provas dadas no que respeita à qualidade das suas aves. Eu comecei com apenas 4 casais e os meus objectivos eram apenas aprender a criar e a conhecer as diversas raças de canários de cor. É claro que com o tempo o criador vai evoluindo e os seus objectivos também.


Agradeço novamente este enorme contributo e que este Mundial lhe tenha dado mais alento para continuar a superar qualquer patamar imposto por si na sua vida Ornitológica.



Entrevistador: Nuno Carvalho
Entrevistado: Joaquim Cabete

Cumprimentos,
Nuno Carvalho 

CADA DIA QUE PASSA O TRABALHO AUMENTA

Pois é, cada dia que passa a época por mim tão ansiada fica mais próxima..
Hoje foi dia de limpeza no canaril.. Desta vez lavei todo o material da comida e bebida a fundo.. Deixei tudo  mergulhado em água com lixívia até amanha.. Deixo cerca de 24 horas para desinfectar bem.. Comecei hoje também a administrar papa com germinado diariamente.. Na papa estou a juntar o Ferti-vit e um probiotico para ajudar o cio das aves... Felizmente não tive problemas de cio fora de época nos meus canários, portaram-se muito bem, só que não posso ultrapassar meio de Fevereiro para começar a criar, pois queria fazer 3 criações e se deixo passar muito tempo a 3ª criação já não iria dar frutos devido ao calor que se faz sentir no meu local de criação..Já para não falar que sou do Norte, e faz muito calor e um ar muito "abafado"..

Hoje também separei os casais pela rede, nota-se logo alterações de comportamento, mas nem todos, da maior parte.. Não sei até que ponto este gesto me irá ajudar no sucesso das criações, mas tenho de tentar para poder tirar conclusões.. É a primeira vez que os separo com rede para preparação...

Até hoje tive sempre os canários com o mínimo de luz que consegui, hoje já deixei entrar mais luz durante o dia.. A partir de agora é esperar que estejam completamente prontos para criarem, queria mesmo que fosse a meio de Fevereiro, contudo se não estiverem prontos tenho de esperar..

Tenho um dilema, pois queria preparar a papa com germinado á segunda feira e dar durante a semana, mas tenho medo que ela endureça e os canários não lhe peguem.. Tenho um frigorifico para conservar o germinado mas não sei até que ponto se torna viável.. Mas mais uma vez vou tentar, e espero que resulte, assim tirava-me um problema das costas, pois infelizmente não tenho como preparar a papa com germinado diariamente.. Caso isto não funcione, vou colocar germinado e papa separados..

Ultimamente não tenho tido muito tempo para escrever no meu blog porque estou em época de exames e tenho alguns recursos para fazer.. Peço desculpa por isso, mas novidades surgiram..

Desejo a todos um óptimo inicio de criações, e espero que as vossas expectativas sejam alcançadas de longe, pois a época mais bonita é a que se aproxima..

Cumprimentos,
Nuno Carvalho

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

ENQUETE SEMANAL Nº 9: PRODUTOS/SUPLEMENTOS/ALIMENTOS QUE USO NO MEU CANARIL (BETADINE)

Nesta enquete trago-lhes um produto que tenho no canaril para prevenção, O BETADINE.. Este está no meu canaril pois é eficaz contra bactérias, vírus e fungos que irritam, neste caso, a pele das aves.. Ou ainda por vezes ao apanharmos uma ave ela pode aleijar-se e criar uma ferida, e o betadine é óptimo na cicatrizarão de feridas.. Muitas vezes certos parasitas (Bactérias, fungos...) vão-se alojar nas anilhas das nossas aves e provocam irritação das patas, irritação essa que se não for tratada pode levar á perda da pata da ave.. Nessa situação um banho com betadine na mesma ajuda a eliminar os parasitas e a irritação.. Pode-se ter ainda uma situação mais delicada como penas encravadas ou até mesmo um quisto, e após a pequena cirurgias de remoção desse quisto a desinfecção com betadide é óptima.. Felizmente até hoje nunca precisei de usar em nenhuma situação grave.. Usei uma vez numa canária devido a escamas que ela tinha nas patas e ajudou na remoção e cicatrizarão das mesmas..

Como usar:


- Aplicar directamente na ferida caso seja uma ferida aberta. No caso de parasitas (vírus, bactérias...) diluir em água e dar um pequeno banho na zona afectada. Quantidades a usar q.b.



Descrição do produto:

O antisséptico ideal deve:

1- Ser activo contra as bactérias, vírus e fungos;
2- Ser bem tolerado, indolor e não irritar;
3- Não atrasar a cicatrização das feridas.

O Betadine® é o antisséptico que possui todas estas características e que responde a todas estas exigências!

O Betadine® contém iodo.

Podemos também afirmar que o Betadine® é um “antisséptico de largo espectro” uma vez que é activo contra a maioria das bactérias, vírus e fungos responsáveis pelasinfecções na pele e mucosas.

Para tratar correctamente uma ferida, é importante utilizar um produto que tenha fortes possibilidades de actuar sobre todos os potenciais agentes patogénicos responsáveis por infecções na pele e mucosas.


O Betadine® Solução Cutânea, a Pomada e as Compressas de Gaze Impregnada estão sobretudo indicados no tratamento de feridas tanto pequenas como de grandes dimensões.



Cumprimentos,
Nuno Carvalho

domingo, 24 de janeiro de 2010

TERMINOU HOJE O MUNDIAL DE ORNITOLOGIA

O Mundial para mim foi na Sexta-feira todo o dia..  Foi um dia espectacular, quase me esquecia de almoçar.. Quando dei conta que tinha fome já eram 15h.. Enfim, magnifico ver tantas e tão variadas espécies.. Só me arrependo de uma coisa, não ter ido hoje (Domingo) para conhecer criadores com que troco ideias nos fóruns.. Passei grande tempo com o amigo Faísca, impecável como pessoa, já o conhecia pessoalmente mas não tinha tido muito contacto.. Bastante prestável e ajuda no que for preciso.. Desde o inicio que depositei toda a minha confiança nos seus conhecimentos e ajuda e nunca me desiludi..  Os concelhos dele foram-me preciosos no inicio deste meu hobby..

Uma coisa que fiz mal foi tentar ver tudo que a exposição tinha para nos oferecer.. Errado, deveria ter visto apenas aquilo que gosto mais, pois dei conta que afinal não vi tudo que queria ver vem visto.. Penso que nunca me tinham doido tanto as pernas como na Sexta, nem quando tenho um jogo de 1h fico tão dorido..

A certa altura vi um canário na exposição que nem tinha ganho prémio tinha 88 pontos e era Espanhol.. Tentei a todo o custo tentar compra-lo, mas foi impossível contactar o criador.. Era uma mutação que eu queria trabalhar, mas pronto, espero que venham outras oportunidades ..

Fechei também as aquisições para o meu plantel, Este ano vou criar com 4 casais, é o inicio e já é bastante bom.. Vou trabalhar com um casal para portadores e 3 de puros.. Para o ano vou tentar expor, claro que com poucas aves mas mesmo assim estou a pensar expor, tenho de ter sorte.. Surgiu-me o convite de expor em França para o próximo ano, se tiver qualidade e sorte nas criações penso que vou aproveitar.. É sempre bom ter experiência, e para a adquirir visitar exposições e participar é fundamental.. Penso que de exposição para exposição a fasquia da qualidade das aves aumenta..

Tenho como objectivo apenas criar com 2 raças, mas este ano apenas vou criar com 1 raça.. Será Castanho Pastel vermelho mosaico..

Tenho de felicitar Portugal por este maravilhoso Mundial, foi o primeiro que fui e excedeu todas as minhas expectativas... Temos de nos candidatar aos próximos..

Apenas um reparo, a certa altura dirigi-me a uma banca que expunha os seus produtos no Mundial, que por acaso até era um patrocinador oficial do Mundial ORNI-PRO (estavam varias bancas germinadas com os produtos que eles representam).. Eu andava á procura de corantes da Roche e como vi nas prateleiras produtos Roche perguntei se eles tinham corante da mesma marca.. Com prontidão e simpatia o "senhor "que estava a atender, disse que não tinha, mas, disse que na banca em frente (do lado oposto da exposição) , ou seja a banca da VERSELE-LAGA que tinha o tal corante da Roche que eu procurava.. Eu agradeci, pois apesar de não ter estava a ajudar-me no que eu procurava.. Quando chego á banca da Versele-laga, alguém de forma muito simpática vem atender-me, perguntei se tinham corante da Roche, o senhor que estava na banca muda logo de feições faciais e diz-me "Roche, aqui? Nunca!! Aqui é Versele-laga, Oropharma, Prestige etc, roche nunca!!" E virou costas.. Fiquei danado, pois pensei  que burro que sou..Ou seja o representante ou empregado ou lá o que era, em vez de me estar a ajudar, mas não estava a brincar com as picardias entre marcas e respresentantes..Os clientes nada têm a ver com isso.. Sinceramente no momento apeteceu-me ir perguntar ao "senhor" que brincadeira era aquela, mas enfim.... Este pequeno texto não como objectivo difamar o Mundial de Ornitologia em si, pois estava magnifico, apenas tinha de dizer isto, pode ser que eles leiam e que tentem mudar de princípios..  Quanto ao Mundial adorei e quero mais Mundiais em Portugal...!!!!!

P.S. Recebi um e-mail do representante da marca a pedir desculpa pelo sucedido, o que me deixou bastante satisfeito.. Não guardo, nem nunca guardaria algum género de ressentimento, sou criador, com as aves procuro a paz e não a guerra.. Se tiver que comprar algo lá irei comprar sem problema, é uma grande representante de produtos para Ornitologia em Geral em Portugal, só que naquele dia tinha de dizer o que sentia..Para isso é que serve o meu Blog..


Por fim, os meus sinceros parabéns a todos os criadores que brilharam no Mundial, todos viram o seu esforço reconhecido.. Os que infelizmente não pontuaram, só têm de continuar a trabalhar, pois tudo que é merecido vem ter connosco.. E lembrem-se, isto é feito com amor e carinho, eu até lhe chamo TERAPIA, pois ajuda a acalmar-me bastante, são o meu ZEN..

Abraço,
Nuno Carvalho

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

FOTOS 58º MUNDIAL DE ORNITOLOGIA PORTUGAL MATOSINHOS

Algumas fotos que tirei durante o dia de hoje no Mundial (aquilo é um Mundo!!!!)























































































































Como viram existe uma grande quantidade de Fauna.. Muitas aves mutadas e muitos exóticos.. É um evento a não perder..

Grande abraço,
Nuno Carvalho


quinta-feira, 21 de janeiro de 2010

RESULTADOS 58º MUNDIAL ORNITOLOGIA PORTUGAL MATOSINHOS

Finalmente cá estão eles!!!
Parabéns Portugal!!


 


Segundo os meus cálculos, mas pode ter alguma gafe, contei as seguintes medalhas para Portugal:


Canários: (todas as classes)


Ouro: 39 medalhas
Prata: 41 medalhas
Bronze: 38 medalhas


De salientar também a prestação de exóticos e restantes aves:


Ouro: 40 medalhas
Prata: 39 medalhas
Bronze: 39 medalhas

Total: 236 medalhas ficaram em Portugal...!!!


Espero não me ter enganado..

P.S. Se por vezes copiar esta informação para o seu blog não se esqueça de mencionar onde retirou a informação, guarde um cantinho para o autor...

Cumprimentos,
Nuno Carvalho

domingo, 17 de janeiro de 2010

ENQUETE SEMANAL Nº 8: PRODUTOS/SUPLEMENTOS/ALIMENTOS QUE USO NO MEU CANARIL (A CANELA)

Boa noite.. Esta enquete devido ao que tenho para fazer, infelizmente vem mais atrasada.. Desta vez vou falar da canela, uma especiaria usada por nós á muitos séculos, devido as suas propriedades assim como sabor.. O seu uso na ornitologia não é assim tão falado, eu pessoalmente uso devido as suas propriedades na saúde das aves, mas também a uso nas sementes para prevenir o aparecimento de larvas e outros insectos nas sementes.. Apesar de guardar as sementes num recipiente hermeticamente fechado é sempre bom prevenir, pois muitas vezes os ovos das larvas ou mesmo as larvas já vêm dentro da mistura.. Por exemplo na semana passada comprei Alpista e quando estava a passa-la pela maquina de limpar sementes encontrei 1 ou 2 larvas.. Devido as suas propriedades antibacterianas torna um ambiente impróprio para desenvolvimento de bactérias e por consequência qualquer desenvolvimento de insectos.. Tem ainda uma grande acção no aparelho digestivo das aves.. Fica mais abaixo um pequeno excerto das propriedades da canela..

Como usar:


- Pessoalmente coloco cerca de 3 - 4g por Kg de mistura.. Mas é uma questão de gosto, pois a canela não tem inconvenientes conhecidos nas aves, mas todos sabem que tudo que é demais é exagero.. Uso canela em pó mas já coloquei a hipótese de colocar canela em pau, só que as propriedades da canela, como irei referia mais abaixo, fizeram manter-me a canela em pó.



Descrição da especiaria:


(Ter em conta que não existem estudos nas aves, pelo menos que eu conheça, passo a informação sobre os benefícios nos humanos, mas que também actuam em parte nos animais)


Acção Terapêutica


Para além de útil em caso de diabetes tipo 2, a canela é ainda conhecida pelas suas propriedades antidiarreicas e anti-alérgicas. Oferece também propriedades estimulantes e anticépticas, o que explica que faça parte da composição de muitas pastas dentífricas, na medida em que ajuda a combater as bactérias que provocam cáries.

Esta especiaria é utilizada contra distúrbios intestinais, diarreia e flatulência, bem como na dismenorreia (dor abdominal) e infecções bacterianas. Além disso, está indicada para estimular o apetite e para combater a constipação e gripe. Na China, é utilizada também para minorar os efeitos do reumatismo, enquanto que algumas culturas utilizam esta especiaria para limpar as vias urinárias.


Cumprimentos,
Nuno Carvalho


sábado, 16 de janeiro de 2010

CHEGOU O DIA TÃO ANSIADO PELOS NOSSOS PORTUGUESES - ENTREGA DAS AVES NO 58º MUNDIAL DE ORNITOLOGIA

Hoje decorrem as entregas das aves Portuguesas no Mundial.. Este Mundial torna-se tão especial pois a organização está nas mãos dos Portugueses.. As dimensões deste Mundial estão mais que evidentes pois são 19055 aves que iram ser julgadas em Matosinhos-Porto, e o numero de criadores nota-se nos Hotéis das redondezas, muitos estão com lotação esgotada.. Este Mundial será uma óptima oportunidade para nós Portugueses visitarmos, pois para já não se sabe quando será o próximo organizado em Portugal.. Em números sei que estarão cerca de 400 criadores Portugueses com mais de 3000 aves Espanha devido ao seu grande numero de criadores tanto de canários como de fauna, pois lá é legal criar fauna á muitos anos, trazem cerca de 4424 aves, os turcos trazem cerca de 132 aves, isto números segundo o fórum Canaricultura Tuga.. Dos restantes países não tenho informações..

A tendência para que este seja um êxito é enorme, pois Portugal é um pais pequeno mas muito competente, e tudo que faz tem um quê de perfeccionismo, o que é bom e vai deixar marca.. Para não falar no acolhimento com que recebemos os nossos visitantes, quem vem por bem tudo tem.. Um dia espero ser recebido em outros países como nós recebemos os nossos visitantes..

Existe ainda um assunto que vai andar á baila no Mundial, a aprovação do Arlequin Português, finalmente o esforço de uma grande equipa vai ser reconhecido..Não nos podemos esquecer deles.. Penso que as bancas no Mundial onde tiverem Arlequins estarão cheias.. Existem muitos estrangeiros que querem levar a nossa raça para o seu pais.. Os preços devem inflaccionar, pois quem quer tem de pagar a qualidade e a novidade.. Pelo menos é o que acontece com os jaspes, o preço por canário com essa mutação ronda os 150 ou 200 Euros, ou seja 300 ou 400 Euros casal.. É a loucura da novidade..

Eu irei estar presente no dia 22 Sexta-feira, para visitar e comprar coisas que necessito, desde corante a mais 1 ou dois casais, ainda não sei se vou aumentar o plantel ou adquirir mais uma raça .. Conheço poucos criadores pessoalmente, mas espero conhecer mais neste mundial, se vir alguém que conheço por foto vou falar com ele..

Desejo um excelente Mundial para todos aqueles que vão expor, principalmente aos criadores Portugueses, e que este Mundial seja relembrado pelos melhores motivos...

Cumprimentos,
Nuno Carvalho

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

NOVAS FOTOS DAS MINHAS GAIOLAS DE CRIAÇÃO - BRICOLAGEM

Como fiquei de colocar umas fotos para tentar mostrar melhor como fiz as minhas gaiolas para criação hoje vou coloca-las, fiquei de colocar no fim de semana mas foi impossível, então vou colocar hoje.. Vou comentar cada foto com o intuito de assim tentar tornar mais perceptível o que fiz..

Antes de mais digo que comprei todo o material para a construção destas baterias no AKI, apenas comprei as frentes numa loja da especialidade da minha zona, e as grades do fundo mandei fazer por medida..




Nesta foto pode-se observar que coloquei uma armação em madeira para poder colocar melhor o estrado do  fundo, o estrado é removível para limpeza se necessário.. (clicar na imagem para aumentar)





Nesta foto pode-se ver como fixei as frentes na madeira e o espaço que deixei para colocar o tabuleiro de limpeza. (clicar na imagem para aumentar)




Nesta foto pode-se ver os suportes que usei para colocar o estrado do fundo. (clicar na imagem para aumentar)





Aqui pode-se ter uma perspectiva geral das gaiolas a nível de encaixes etc.. (clicar na imagem para aumentar)





Mais uma perspectiva geral da gaiola completa. (clicar na imagem para aumentar)





Como fixar as frentes mais uma vez.. (clicar na imagem para aumentar)





Separador central e fundo. (clicar na imagem para aumentar)





Mais uma perspectiva geral..(clicar na imagem para aumentar)


Se tiverem duvidas basta colocar um comentário ou enviar um mail, responderei com todo o gosto.. Quando comecei este hobbie procurei bastante informação para me ajudar na construção deste canaril, foi muito útil tudo que encontrei, espero que este também ajude alguns criadores iniciantes ou não..

Cumprimentos,
Nuno Carvalho


terça-feira, 12 de janeiro de 2010

ENTREVISTA A EDUARDO GARCIA - CRIADOR DE CANÁRIOS DE COR

Antes de mais queria agradecer o facto de ter aceitado responder a este pequeno questionar, o objectivo é divulgar o seu trabalho  assim como ajudar os mais iniciantes e inexperientes nesta arte tão relaxante..


1.
Para iniciar o que nos pode dizer acerca de si? (Breve apresentação).
R:Chamo-me Eduardo Garcia,tenho 27 anos,sou de Sangalhos já fui criador de exóticos e actualmente sou criador de canários de côr.

2.
Por vezes não conseguimos explicar certas coisas, mas de onde vem este seu gosto por aves, neste caso canários, que o levou a ganhar varias medalhas??
 R:Já vem desde miudo,o meu avó também na altura tinha canários e outras aves,então o gosto por eles já deve vir dai.
3.
Que raças cria de momento?
 R:Castanho Onix Amarelo Mosaico/Intenso/Nevado  Ágata Onix Amarelo Mosaico/Intenso/Nevado e Negro Onix Amarelo Mosaico.
4.
Com quantos casais criou a época passada, e quantos esta a pensar criar na próxima época?
 R:O Ano passado criei com 15 casais,este ano vou criar com 18 casais,para o ano estou a pensar em criar com mais,vamos ver.
5.
Escolhe os seus reprodutores baseando-se no fenótipo ou genótipo?
 R:A escolha dos meus reprodutores é baseada no genótipo.
6.
As suas baterias de criação e voadeiras têm que dimensões?
 R:As minhas gaiolas de criação têm 60/35/40 as pequenas voadeiras para desmame das crias têm 1,20m/50cm/60cm as grandes voadeiras não sei ao certo mas são espaços amplos e posso dizer que são bastante espaçosas.

7.
Todos os criadores tem um cuidado especial com o acondicionamento das instalações do canaril, alguns até exageram.
É apologista de que um canaril (instalações) com boas condições será um grande passo para o sucesso das criações e exposições?
 R:Sim,claro que sim,refiro-me própriamente e principalmente á higiene do mesmo e isso é meio caminho andado para o sucesso.

8.
Como aconselha o alojamento dos canários? Interior ou exterior? Porquê?
 R:Eu pessoalmente tenho os canários no interior,mas penso que as aves estando de perfeita saude aguentam bem as temperaturas mais baixas..mas penso também que quem tiver oportunidade de as colocar no interior será melhor.

9.
Como é que se prepara para uma exposição? Com quanto tempo se começa a preparar, isolando aves etc..?
 R:Eu começo a preparar as aves para Exposição um mês e meio antes das mesmas,faço a escolha das aves que mais me agradam,retiro-lhes algumas penas que possam estar partidas, dou-lhes o primeiro banho manualmente a todas elas e coloco-as individualmente e coloco as banheiras todos os dias com água limpa e uma vez por semana coloco vinagre de cidra na água das mesmas.Quanto a alimentação só dou a mistura que dou durante todo o ano,papa 1 vez de 15/15 dias e água,não dou qualquer tipo de tratamento.
É este o cuidado que tenho antes das exposições(simples).

10.
Quais as suas Expectativa para o Mundial 2010, organizado em Portugal?
 R:As minhas espectativas são bantante boas,vou ter concorrência fortissíma nas raças que vou expôr,o que é optimo a meu ver,quero ter uma boa prestação no Mundial,os prémios se vierem será por acréscimo.

11.
Já ganhou alguns prémios, qual o deixou mais contente?
 R:Os prémios que me deixaram mais satisfeito foi no Internacional de Barcelos 2009 com 4 primeiros prémios,3 segundos e 1 terceiro o que é optimo tendo em vista de que se trata de um internacional e também é optimo para o meu “curriculum”.

12.
Alguma vez pensou em criar canários de porte ou canto?
 R:Defenitivamente,não.


13.
Quem visita o seu blog, sabe que tem um gosto especial pela mutação onix, consegue explicar esse gosto tão especial, maior facilidade de criação ou as mutações são mais do seu agrado…?
R:Sim é verdade,gosto bastante da mutação onix,não quer dizer que não gosto das outras raças,claro que gosto de muitas outras e não quer dizer que não venha a criar outras raças.Quem me ajudou nos primeiros passos com esta mutação foi o meu grande amigo e criador Nuno Monteiro,desde ai o meu gosto pela mutação onix cresceu inesplicávelmente.

14.
Todos nos temos algum hábito que não abdicamos na canaricultura, por vezes esse hábito nem tem uma influência directa no sucesso das nossas aves, mas não abdicamos dele de maneira alguma. Possui algum hábito que não abdique realmente?
 R:Um dos meus hábitos dos quais não abdico,trato das minhas aves praticamente á mesma hora,todos os dias,só se houver algum contratempo,o que não estou livre de  me acontecer.

15.
Que tipo de mistura usa? Só alpista ou uma mistura preparada de acordo com as necessidades dos seus canários?
 R:A minha mistura é igual durante todo o ano 50% de mistura light da Varsele-Laga Prémium e 50% Alpista também da Varsele-Laga.

16.
Que tratamento considera fundamental fazer todos os anos?
R:Eu não faço qualquer tratamento preventivo seja em que altura fôr,não sou apologista dos mesmos,penso que os tratamento preventivos fazem –se durante todo o ano com boa alimentação,diversificada,água de qualidade,boas aves,etc,etc

17.
O que suplementos considera fundamentais? Adicionados a papa ou agua?
 R:Eu na papa unicamente junto o Breadmax,que penso que contêm quase todos os componentes necessários,para complementar apenas dou vitaminas TT electrólitos na água uma vez por semana.

18.
No meu ponto de vista o registo do plantel é um passo para o sucesso da evolução dos descendentes.
Que tem a dizer a cerca do registo do plantel desde o nascimento aos concursos?
 R:Sim,penso que é um pormenor que realmente tem muita importancia para quem cria aves,não só canários mas assim como outras aves.Eu quando criava éxoticos já fazia o registo não só em papel mas também em computador,penso que é fundamental para um criador se orientar e ter sucesso.

19.
Muita gente critica a qualidade das aves Portuguesas..
Como classifica a ornitologia em Portugal?
R:Eu sou Português e claro que não critico a qualidade das aves portuguesas pelo contrário,penso que temos boas aves,tanto é que temos obtido bons prémios nos mundiais onde participamos,por isso 

20.
Qual o seu principal objectivo na canaricultura?
 R:O meu principal objectivo é um dia ser campeão mundial das raças que crio e com isso dignificar o meu país.

21.
Qual a sua opinião acerca da selecção natural nos canários?
 R:Penso que se deve escolher os exemplares não só pelo seu genótipo, mas também escolher aves que não tenham qualquer tipo de  problema de saude(visivél).

22.
Após ter dado este enorme contributo, coloco-lhe uma última questão:
Qual é a regra de ouro para quem se inicia saber desde início?
 R:Ter um criador de confiança em que se possa confiar e que possa ajudar nos primeiros passos.


Agradeço novamente este enorme contributo e desejo-lhe as maiores felicidades neste campeonato do Mundo que se aproxima.


Entrevistador: Nuno Carvalho
Entrevistado: Eduardo Garcia

Cumprimentos,
Nuno Carvalho