quinta-feira, 22 de abril de 2010

AS COISAS ESTÃO A COMPOR-SE..


Hoje quando verifiquei 2 ninhos que deviam ter nascido ontem fiquei muito contente, pois apenas 1 dos 7 ovos não eclodiu devido a estar partido e eu nem ter dado conta, logo desidratou.. 

Contudo fiquei muito triste, pois tinha um ninho com uma cria já com 8 dias, só que devido a estar sozinha ficou com uma má formação na pata, ou seja tem a pata completamente aberta em relação ao normal.. Para tentar compor a coisa coloquei as duas patas atadas para ver se elas cressem agora direitas.. Vai-me custar mesmo muito se tiver de a matar, pois não sou nada assim, mas prefiro do que ter uma ave deficiente, pois vejo que nem no poleiro se vai conseguir segurar, é uma deficiência muito acentuada.. Se alguém que ler isto souber com evitar e tratar este tipo de problema, uma ajuda será sempre bem vinda.. 

Amanhã vou começar a dar Própolis, vou dar durante 7 dias.. Própolis é um extrato, que na natureza desempenha um papel importantíssimo contra a invasão e proliferação de microrganismos (fungos, bactérias, vírus).. É considerado um antibiótico natural constituído de resinas vegetais de determinadas árvores, cera, pólen, ácidos e gorduras, o própolis é uma substância recolhida pelas abelhas.. 

Não sei se irá fazer a diferença, mas mal de certeza que não vai fazer.. 

Cumprimentos a todos e boas criações, 

Nuno Carvalho

4 comentários:

Jose Pedro Pereira disse...

Nuno quando se tem so uma cria no ninho deixa-se estar os ovos (ou ovos de plastico) desde que ela nasça ate que fique com 20 dias de maneira que ela encontre o equilibrio nos ovos.Pelo menos eu faço assim.Abraço

Nuno Carvalho disse...

Olá José Pedro..

Eu deixo sempre um ou 2 ovos até cerca de 15 dias no ninho, para ajudar no equilíbrio das crias.. O problema é que a cria ficou com as pernas abertas, ou seja muitos deficientes..

Logo vou tentar colocar fotos..

Obrigado pela ajuda José Pedro..

Abraço,
Nuno Carvalho

moranguito_Edu disse...

Olá Nuno,eu também costumo fazer o mesmo,mesmo quando são 4/5 crias deixo sempre ovos de plástico,até mesmo para a fêmea não esborraxá-los...por acaso a mim nunca me aconteceu tal coisa...boas criações!
Abraço

Nuno Carvalho disse...

Olá Eduardo..

Eu penso que seja pelo facto de ser só uma cria, e pelo facto da fêmea não sair quase do ninho fez com que ela nasce-se com uma deformação.. Pois uma cria sozinha não consegue fazer sair a mãe de cima..

Logo vou tentar colocar fotos..

Abraço,
Nuno Carvalho

Postar um comentário