sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

NOITE DE REFLEXÃO

Ultimamente tenho dedicado um tempinho mais aos Fóruns em que estou inscrito, procurando informação sobre esta nova época que se aproxima, época que desejo com toda a força que se aproxime, pois será o 1º ano de criações com objectivos diferentes dos anteriores.. 95% do que aprendi foi nos fóruns...

Tenho assistido a "discussões" sobre  variadíssimos  temas, temas em que cada criador expõe o seu ponto de vista e tenta defende-lo.. Compreendo... Eu como novato tento sempre analisar os pontos de vista de cada criador, e por vezes os dois pontos de vista juntos são melhores que individuais..  Estou sempre pronto para aprender, mas por vezes levo isto tudo demasiado a serio... Como já muitos sabem, o meu canaril é no exterior, recoberto por policarbonato que não deixa entrar o frio.. Contudo este genero de canaril não esta de acordo com muitas normas para a maioria dos criadores, eu aceito essas observaçoes, e por vezes sonho com umas intalaçoes fenomenais e com todos os requesitos minimos e obrigatórios, por vezes exagero nos pensamentos.. Isto tudo costuma deixar-me a pensar, por vezes estou horas a pensar no que posso melhorar visto as condiçoes que tenho.. Mas finalmente apercebi-me do mal que tudo isto me anda a fazer, pois tenho o que tenho, e ainda sou jovem para pensar em grande.. Tenho tempo.. As condiçoes que tenho são a meu ver eficazes até prova contraria... Pois as aves que tenho estão muito bem adaptadas..

Neste momento não tenho desumidificador, não tenho controlo de luz artificial, não tenho ionizador.. Mas veremos o que acontece.. Uma outra coisa é que nunca irei conseguir criar com mais de 10 casais, pois são o máximo de baterias que tenho é 10.. É o que tenho, e só tenho de agradecer tudo o que tenho.. Sinto-me um sortudo.. Faço algo que gosto..

Para muitos criadores coisas que aqui digo são impensáveis, mas nem todos temos as mesmas condições profissionais, pessoais e mesmo monetárias.. Tudo a seu tempo.. Vou criando como gosto e o que gosto, e sobretudo COM GOSTO.. Tenho de me motivar, porque existem pessoas que me andam a tentar desmotivar..

Cumprimentos,
Nuno Carvalho

6 comentários:

Jose Pedro Pereira disse...

Força Nuno, temos dar valor ao pouco que temos mesmo quando dizem e pensam o contrario.Já criei canarios em condiçoes que nao era as melhores e sempre deu certo.Quando ha amor por eles,e se nao falhar-mos por eles, nunca falham conosco.

Abraço

Nuno Carvalho disse...

Olá Zé Pedro.. Realmente tens razão.. Como eu disse até prova contrária eles estão muito bem estimados, pois vieram de um grande criador e adaptaram-se as minhas condições, que eu escolhi por gostar mais assim.. Hoje estive a fazer limpeza geral e abri o canaril, pois estava algum sol e aproveitei, acredita que eles estavam a brilhar de vivacidade.. Deu gosto velos assim.. Até chamei alguém para comprovar..
Tenho feito tudo por eles.. Não lhes falta nada..

Abraço Zé Pedro, Boa sorte nas criações..

Nuno Carvalho

Gonçalo Ferreira disse...

Olá Nuno, um abraço.

Passei pelo blogue, como habitualmente faço com tantos espaço de criadores.

Hoje fiquei um pouco mais, a ver com outros olhos este espaço, e a ler o seu conteudo.

Esta mensagem, tocou-me...

Todos começaram por algum sitio.

Eu e o meu pai, começamos no exterior, depois tivemos numa garagem, depois num espaço em tijolo, mais tarde, desde 2009, nas instalações que hoje temos.

Ao longo deste tempo, adquirimos varias coisas que complementão o espaço.

O Caminho faz-se Caminhando.

Começamos a criar em 1982, mas a grande evolução deu-se desde 2004.

Tudo a seu tempo, até porque a pressa é inimiga.

Com o tempo, as coisas melhoram, o importante é a lucidez e a certeza de cada passo.

Neste hobby, que exige sempre de nós, encontramos de tudo, como em tudo na vida.

Penso que o melhor é sempre guardamos o que de bom encontrarmos, o demais, mesmo que dificil, tentar ignorar.

Um abraço, e boas criações.

Gonçalo Ferreira

Nuno Carvalho disse...

Olá Gonçalo Ferreira..

Por incrível que pareça, no momento que recebi a informação no mail sobre o seu comentário, eu andava a ler o seu blog.. Tenho lido bastantes vezes o seu blog em relação aos Arlequins, e seu fenotipo.. Uma coincidência..

Quero agradecer-lhe estás palavras, sabe que leio-as com todo o gosto e atenção.. Estou sempre disposto a aprender com os mais experientes, como a família Ferreira, que tem um óptimo percurso na canaricultura.. E uma dedicação incrível.

Vou aproveitar para lhe dar os parabéns pelos seus blogs, que contêm matérias serias e proveitosas, todos deveríamos seguir um bom exemplo desses..

Quanto as minhas aves, crio-as com amor e gosto, e irei criar até não poder mais.. Com o tempo irei melhorar se possível, mas sempre com o gosto de as ver crescer nos ninhos..

Grande abraço,
Boas criações,
Nuno Carvalho

Gonçalo Ferreira disse...

Olá Nuno, um abraço.

Tenho para comigo que não há coincidências...mas que existem existem...

Tudo bem,essas criações?

Obrigado pelas palavras.

De nós, qualquer coisa é só dizer, se estiver ao nosso alcançe pode contar.

Estava a escrever sobre o fenótipo do Arlequim...pano para mangas, algumas vacas sagradas, um passado muito presente,...

Vai ser um "caminho duro", afinal são 13 anos de verdades construidas, algumas erradas, e só o tempo permitirá a necessária reflexão, mas existem neste momento mais que dados para esse salto acontecer, basta assim ser desejado, por nada de contra há.

A criação de classes, vai "matar" de vez a ideia utópica dos "equilibradamente variagados", as ditas aves de concurso...

O caminho deverá ser identico ao do Gloster, onde as regras há muito existem, devidamente experimentadas, e que resultam muito bem.

Quando a vida muda, seja em que área for, o novo, o desconhecido trás sempre apreensão, é natural, desde que o medo não vença, tudo bem.

Aqui, como em tudo na vida, há quem pense de maneira diferente, mas o mais importante é encontrar um rumo, um objectivo maior para que o Arlequim dê um salto, se não vão ser outros ( estrangeiros) a marcar o futuro.

Em fim, partilho somente ums visão.

Excelentes criações.

Gon

Nuno Carvalho disse...

Olá Gonçalo..

De facto está um assunto bastante trabalhoson esse do Arlequin.. É pena que a genetica esteja um pouco fora do que se previa.. Penso qyue a longo prazo algo mudará, e para melhor..

Do meum lado, não vou dizer que adoro os arlequins, pois ai estaria a mentir, mas têm potencial, mas muita coisa tem de mudar, pois em cada 20 exemplares 2 a 3 têm Standart para expor, o que é pouco, ninguém quer criar uma raça assim..
Beleza? Sim têm, mas quem cria Arlequin e gosta deles, que são muitos criadores, e ainda bem, tem de continuar a luta, e juntarem-se todos para terem uns bons exemplares no Mundial de França, caso contrario é mau para a raça.. Força com isso..

Boa sorte com os Arlequins, espero que tenha sorte e tire uns bons exemplares para dar seguimento a uma raça Portuguesa..

Abraço,
Nuno Carvalho

Postar um comentário